Festa da Solidariedade 2018 – encerramento

Encerramento do percurso da Chama da Solidariedade no distrito de Setúbal
Dar a conhecer o trabalho desenvolvido e promover espírito de partilha

A iniciativa percorreu os 13 concelhos do distrito de Setúbal, desde julho do ano passado, sendo que no último mês o concelho de Setúbal foi o responsável por manter a chama acesa antes de a entregar novamente à CNIS, o que aconteceu na festa realizada no sábado. Atividades de música e dança, apresentadas por grupos corais, instrumentais e folclóricos, animaram a 12.ª Festa da Solidariedade, sábado, no Auditório José Afonso, em Setúbal, que marcou o encerramento do percurso da Chama da Solidariedade no distrito.

A Chama da Solidariedade, organizada pela CNIS – Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade e pela UDIPSS Setúbal – União Distrital das Instituições Particulares de Solidariedade Social, com o apoio da Câmara Municipal, tem como objetivos acarinhar e propagar os valores que unem as diferentes instituições e dar a conhecer à sociedade o trabalho desenvolvido no sentido de promover a importância do espírito de partilha.

A iniciativa percorreu os 13 concelhos do distrito de Setúbal, desde julho do ano passado, sendo que no último mês o concelho de Setúbal foi o responsável por manter a chama acesa antes de a entregar novamente à CNIS, o que aconteceu na festa realizada no sábado.

O vereador com o pelouro da Inclusão Social na Câmara Municipal de Setúbal, Pedro Pina, destacou, na ocasião, o papel das instituições no apoio às pessoas mais vulneráveis e a importância desta iniciativa na sensibilização para a importância da solidariedade e do trabalho realizado no apoio às pessoas em situação de vulnerabilidade.

Numa sessão protocolar, que decorreu de tarde, com a presença do ministro do Trabalho e da Solidariedade Social, Vieira da Silva, o autarca reforçou a “disponibilidade da autarquia para colaborar com as instituições”, uma vez que existe a consciência das dificuldades em que o trabalho é desenvolvido.

Além das animações no sábado, a Festa da Solidariedade incluiu a realização do Encontro Nacional de IPSS, na sexta-feira, no Fórum Municipal Luísa Todi, uma iniciativa da CNIS que refletiu sobre a cooperação entre as instituições e o Estado.

O encontro debateu uma temática que influencia a vida das instituições associadas e reafirmou a parceria com o Estado como o caminho a fazer e a aprofundar, no sentido de que, cada vez mais, as Instituições Particulares de Solidariedade Social prestem um melhor serviço às populações.

Encerramento do percurso da Chama da Solidariedade no distrito de Setúbal<br />
Dar a conhecer o trabalho desenvolvido e promover espírito de partilha